ENCICLOPÆDIA

BIOGRÁFICA DE

ARQUITETAS e ARQUITETOS

DIGITAL 

"EBAD" - DESDE 2015 - by Silvio Durante
ROBERT ADAM
♦ 3 de Julho de 1728 
† 03 de Março de 1792
 

PERFIL BIOGRÁFICO:

 

Robert Adam foi um arquiteto escocês, adepto do estilo neoclássico e também foi designer de interiores e de mobiliário. Ele era filho de William Adam (1689-1748). Foi o mais importante e famoso arquiteto de seu país em sua época e o maior destaque da família de arquitetos Adam. Também é o membro da família Adam que mais tem registros biográficos e teses acadêmicas escritas.

 

Desde a infancia, Robert mostrou-se um prodígio nas artes e matematica e em 1743 entra na Universidade de Endinburg. Já aos 18 anos, passa a auxiliar seu pai nos projetos arquitetonicos como aprendiz. Com seu irmão mais velho John Adam, Robert assumiu os negócios da família após a morte de seu pai, William.

 

Em outubro de 1754, partiu para Roma para o "Grand Tour" (expedição arqueologica de arquitetos visitando as ruínas das antigas construções romanas), e lá passa quase cinco anos estudando arquitetura clássica sob a supervisão de mestres como Charles-Louis Clérisseau e Giovanni Battista Piranesi. A viagem, que fora realizada junto com seu irmão mais novo, James, inclui um periodo na França, onde os irmãos Robert e James aprendem com as construções daquele país.

 

Nesta viagem, Robert faz longos estudos sobre a arquitetura nas ruínas imperiais romanas dentro e fora da Itália, principalmente nas ruínas do palácio do imperador romano Diocleciano, localizado na Dalmácia (atual Croácia), tais estudos resultaram mais tarde em uma publicação considerada hoje um clássico da arqueologia.

 

Em seu retorno à Grã-Bretanha, ele estabeleceu-se em Londres, onde é auxiliado por seu irmão mais novo James Adam. Podemos dizer que a genialidade de Robert, somado aos conhecimentos obtidos na viagem à Roma e seu estabelecimento em Londes, centro financeiro e cultural do mundo naquela época, permitiu aos irmãos desenvolverem o chamado "Adam Style", o "Estilo Adam, criando uma espécie de "sub-movimento" na arquitetura neoclássica.

 

É importante dizer que nesse período o palladianismo dominava a cena neoclassica inglesa e fora trazido ao nido por Inigo Jones no século anterior, mas os irmãos Adams souberam mesclar elementos gregos, bizantinos e barroco aos seus projetos, criando assim uma certa flexibilidade e inovação em seus projetos. O "Adam Style" encontrou seu ponto máximo nas decorações de interiores que os irmãos praticaram por todo Reino Unido e logo após a independencia das 13 colonias americanas, originando um novo país, os Estados Unidos, o "Adam Style" logo se popularizou na América do Norte

 

Logo Robert tornou-se um dos arquitetos mais bem sucedidos do país e passou a ocupar o cargo de arquiteto oficial de sua majestade, o Rei da Inglaterra nos anos de  1761-1769.

 

Robert Adam pode-se dizer que foi o líder da primeira fase do renascimento clássica na Inglaterra e na Escócia. Ele influenciou o desenvolvimento da arquitetura ocidental, tanto na Europa como na América do Norte. projetando interiores e acessórios e sobretudo, edificios.

 

Além de arquiteto oficial do Rei, Robert ainda pertenceu à Real Academia de Artes (1758), a Sociedade de Antiguidades Inglesa (1761) e foi eleito para o Parlamento em 1768.

 

Robert sofria de graves problemas de ulcera estomacal e em uma das crises ocasionadas por essa doença ele veio a falecer em sua casa em 3 de março de 1792. Como nunca se casou e não teve filhos, deixou toda sua herança para suas duas irmãs mais novas.

 

Deixou mais de 9mil desenhos de construções, mobiliarios, layouts de interiores, esboços de decoração, detalhes contrutivos, croquis e reproduções que hoje estão compiladas e guardadas no Museu Sir John Soane, na cidade de Londres.

Robert Adam em sua prancheta de desenhos
Para maior clareza sobre a grande influencia do "Gran Tour" e os estudos do palácio de Diocleciano na obra de Robert Adam, sugerimos o livro que trata exclusivamente deste tema "Four Emperors and an Architect: How Robert Adam Rediscovered the Tetrarchy", da autora: Alicia Salter

PRINCIPAIS OBRAS:

 

 

> (1) Enfermaria Real de Glasgow  (1791-1794) -

 

> (2) Casa de Registros Gerais de Edimburg (1772).

 

> (3) the Market Cross, Sulfolk (1774) - inicialmente era uma Prefeitura, hoje é uma galeria de artes.

 

> (4) Túmulo do filósofo David Hume (1777) - Cemitério de Old Calton

Royal Infirmary of Glasgow
Royal Infirmary of Glasgow

Enfermaria Real de Glasgow (1791-1794)

Casa de Registros Gerais
Casa de Registros Gerais

> (2) Casa de Registros Gerais de Edimburg (1772).

The Market Cross
The Market Cross

the Market Cross, Sulfolk (1774) - inicialmente era uma Prefeitura, hoje é uma galeria de artes.

> (4) Túmulo do filósofo David Hume
> (4) Túmulo do filósofo David Hume

> (4) Túmulo do filósofo David Hume (1777) - Cemitério de Old Calton

REFERENCIAS:

 

- SALTER, Alicia. Four Emperors and an Architect: How Robert Adam Rediscovered the Tetrarchy

 

- THE MARKET CROSS.  British Listed Buildings. Disponivel em http://www.britishlistedbuildings.co.uk/en-466764-market-cross-bury-st-edmunds-suffolk#.VZSg5flVikp

. Acesso em 01 de junho de 2015

 

GLANCEY, Jonathan. Guia Ilustrado de Arquitetura. Trad. Laura Alves e Aurélio Rebello. Rio de Janeiro: Zahar, 2012.

Como citar este documento:

Enciclopædia Biográfica de Arquitetos Digital

Autor(es) do verbete:: DURANTE, Silvio
Título: John Adam

Documento nº: A03
Disponível na Internet via: 
Última atualização: 30/06/2015

Início

Índice A-Z

Índice A

Enciclopédia Biográfica de Arquitetas e Arquitetos Digital