ENCICLOPÆDIA

BIOGRÁFICA DE

ARQUITETAS e ARQUITETOS

DIGITAL 

"EBAD" - DESDE 2015 - by Silvio Durante
Alphonse Hubert François Balat 
♦ 16 de Setembro de 1818, Doische, Bélgica
† 15 de Maio de 1895, Ixelles, Bélgica
 

PERFIL BIOGRÁFICO:

 

Alphonse Balat nasceu na pequena Doische, na província de Namur. Ele formou-se em 1838 na Academia de Belas Artes de Namur. Em 1839 ele ficou em Paris durante um ano para se especializar, mas retornou para ajudar a família após a morte de seu pai na Bélgica.

 

Passou a ganhar notoriedade restaurando alguns "châteaus" da nobreza, graças à sua especialização clássica em Paris. Em 1846, Balat estabeleceu-se em Bruxelas. Sua carreira foi deslanchando e ele foi apresentado à família real belga depois de ter executado um belíssimo projeto de uma decoração festiva para o Salle de la Madeleine (Magdalenamarkt) onde a família real estava presente (1848).

 

Assim, em 1852 ele se tornou arquiteto do Duque de Brabante (o futuro Rei Leopoldo II, da Bélgica, que reinou 1865-1909), e isso lhe deu enorme influência no meio arquitetônico. Depois de Leopold II subiu ao trono em 1865, Balat tornou-se seu principal arquiteto.

 

Embora Balat sempre dedicou-se à busca por uma abordagem racional para projetar e  cada vez empregar maior simplicidade às obras, ele projetou no ambiente dominado pelo vocabulário do Classicismo num momento onde era possivel fazer vários experimentos com os avanços da engenharia, o que influenciou muitos expoentes posteriores do Art Nouveau.

 

Assim, seu Classicismo atingiu o momento certo junto a nobreza belga, que lhe encomendou a realização de numerosas obras (por exemplo, o Palácio van Assche). Seus melhores trabalhos foram as realizadas para os nobres belgas e os jardins botânicos , também conhecidas como as célebres 'casas de vidro' (1883-7) em Laeken.

 

Projetou ainda vários prédios estatais e também interiores de prédios públicos, bem como a elevação jardim do Palácio Real, em Bruxelas. Sua obra-prima é considerada o Palacio de Belas Artes, em estilo neoclassico (hoje, Museu de Arte Antiga), feito em Bruxelas (1875-1888).

 

Balat morreu em Ixelles, com idade de 76 anos  e foi enterrado no Cemitério de Laeken. Infelizmente a maior parte de suas obras foram demolidas ao longo do século XX
 

Alphonse Balat

PRINCIPAIS OBRAS:

 

 

> (1) Palacio das Belas artes de Bruxelas (atualmente, Museu de Arte Antiga) 1875-1880

 

> (2)  Château de Warfusée, 1840 (Belgica)

 

> (3) Château de Presles, 1859-1860 (Bélgica).

 

> (4) Jardim Botanico de Bruxelas (Casas de vidro, 1883-1887)

Palacio das Belas Artes
Palacio das Belas Artes

> (1) Palacio das Belas artes de Bruxelas (atualmente, Museu de Arte Antiga) 1875-1880

press to zoom
Château de Warfusee
Château de Warfusee

> (2) Château de Warfusée, 1840 (Belgica)

press to zoom
Chateau de Presles
Chateau de Presles

> (3) Château de Presles, 1859-1860 (Bélgica).

press to zoom
Jardim Botânico de Bruxelas
Jardim Botânico de Bruxelas

> (4) Jardim Botanico de Bruxelas (Casas de vidro, 1883-1887)

press to zoom

4

3

2

1

REFERENCIAS:

 

- JAMES STEVENS CURL. "Balat, Alphonse-Hubert-François." A Dictionary of Architecture and Landscape Architecture. 2000. Encyclopedia.com. 4 Jul. 2015 <http://www.encyclopedia.com>.

 

- SITE OFICIAL - Chateaus de Presles - Governo Belga. Disponivel em http://www.chateaudepresles.be/. Acesso em 04 de julho de 2015

 

GLANCEY, Jonathan. Guia Ilustrado de Arquitetura. Trad. Laura Alves e Aurélio Rebello. Rio de Janeiro: Zahar, 2012.

Como citar este documento:

Enciclopædia Biográfica de Arquitetos Digital

Autor(es) do verbete:: DURANTE, Silvio
Título: Alphonse Balat

Documento nº: B02
Disponível na Internet via: 
Última atualização: 04/07/2015

Início

Índice A-Z

Enciclopédia Biográfica de Arquitetas e Arquitetos Digital