ENCICLOPÆDIA

BIOGRÁFICA DE

ARQUITETAS e ARQUITETOS

DIGITAL 

"EBAD" - DESDE 2015 - by Silvio Durante
Álvaro Joaquim de Melo Siza Vieira
♦  25 de junho de 1933, Matosinhos, Portugal
† -

PERFIL BIOGRÁFICO:

 

"A arquitectura de Álvaro Siza é uma alegria para os sentidos e eleva o espírito. Cada linha curva  é colocada com habilidade e serenidade. Como os primeiros modernistas, suas formas, moldadas pela luz, tem uma simplicidade enganadora sobre eles; seus traços são honestos. Eles resolvem os problemas do projeto diretamente. Se for necessária sombra, um plano pendente é colocado para fornecê-la. Se o objetivodesejado for luz, é feita uma janela. Escadas, rampas e paredes de todos os tipos parecem estar predestinados em um prédio Siza. Essa simplicidade, vista de perto no entanto, é revelada como uma grande complexidade. Existe um domínio técnico sutil subjacente ao que parece serem criações naturais. Parafraseando as palavras do próprio Siza, a sua arquitetura é uma resposta a um problema, uma situação em transformação..."

(Citação do Juri à propósito de Alvaro Siza, no Prêmio Pritzker, 1992)

 

 

***

 

Álvaro Joaquim de Melo Siza Vieira é natural de Matosinhos, onde nasceu no dia 25 de Junho de 1933, filho de Júlio Siza Vieira e de Cacilda Ermelinda Camacho Carneiro.


Estudou Arquitectura na Escola Superior de Belas Artes do Porto entre 1949 e 1955. Construiu a sua primeira obra em 1954. Foi aluno e colaborador do arquiteto Fernando Távora entre 1955 e 1958. Teve forte influência em sua formação as obras de grandes arquitetos modernistas como Frank Lloyd Wright e Alvar Aalto, além de seu professor Fernando Távaro, que até o aparecimento de Siza, era o maior arquiteto português do pós-guerra.

 

Durante o período na Escola de Belas Artes, conheceu Maria Antonia, com quem namorou e passou a viver junto a partir de 1961. Ela era originária do Porto, nascida em 1940, estudou pintura na Escola Superior de Belas-Artes do Porto embora não tenha concluído o curso.

 

Ensinou na Escola Superior de Belas Artes do Porto entre 1966 e 1969 e voltou a esta Escola como Professor Assistente de "Construção". Foi Professor Visitante em vários estabelecimentos de ensino. Leccionou, ainda, na Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto, onde deu a sua última aula em Outubro de 2003, quando se aposentou como professor.

 

Em 1973 ele perdeu sua esposa, Maria Antonia Siza, então com apenas 32 anos (Siza, sete anos mais velhos, tinha 39). Alvaro e Maria Antônia tiveram dois filho: Álvaro Leite e Joana Marinho. Alvaro Siza nunca mais se casou após a morte de sua amada esposa.

 

Em 1977, após a revolução em Portugal, o governo da cidade de Évora encomendou-lhe um projeto habitacional na periferia rural da cidade. Ele projetou o SAAL (Serviço de Apoio ambulatorial local), um conjunto residencial composto por 1200 unidades habitacionai de baixo custo, alguns sendo sobrados e algumas casas geminadas de dois andares, todos com pátios. Além do famoso dispositvo conhecido como "La Conducta", onde passavam os encanamentos de águas e abastecimentos.


Na Holanda, dirigiu, desde 1985, o Plano de Recuperação da Zona 5 de Schliderswij; em Espanha, delineou os projectos para o Centro Meteorológico da Villa Olímpica de Barcelona, para o Museu de Arte Contemporânea da Galiza e para a Faculdade de Ciencias da Informação, em Santiago de Compostela.

 

É autor do plano de reconstrução da zona do Chiado, em Lisboa, destruído por um incêndio em 1988.

 

Siza Vieira participou em seminários e conferências por toda a Europa, na América e no Japão. Foi convidado a estar presente em concursos internacionais e obteve o primeiro lugar em Schlesisches Tor, Kreuzberg, Berlim, na recuperação do Campo di Marte, em Veneza, e na remodelação do casino e café Winkler, em Salzburg (1986).


Foram muitos os prêmios que recebeu: em 1987, o Prêmio de Arquitectura da Associação de Arquitectos Portugueses; em 1982, a Secção Portuguesa da Associação Internacional de Críticos de Arte atribuiu-lhe o Prêmio de Arquiteto do Ano. Em 1988 recebeu a medalha de Ouro de Arquitetura do Colégio de Arquitetos de Madrid, a Medalha da Fundação Alvar Aalto, o Prêmio Prince of Wales da Harvard University e o Prêmio Europeu de Arquitetura da Comissão das Comunidades Europeias/Fundação Mies van der Rohe.

 

Em 1992 ele ganhou sua maior premiação: o Prêmio Pritzer. Em 1993, recebeu o Prêmio Nacional de Arquitectura e em 1996 e 2000, o Prêmio Secil de Arquitectura. Álvaro Siza é doutor "Honoris Causa" pela Universidade Politécnica de Valência, pela Escola Politécnica Federal de Lausanne, pela Universidade de Palermo, pela Universidade Menendez Pelayo, de Santander, pela Universidad Nacional de Ingeniería de Lima, Peru, pela Universidade de Coimbra, pela Universidade Lusíada, pela Universidade Federal de Paraíba, pela Università degli Studi di Napoli Federico II, Pollo delle Scienze e delle Tecnologie, Nápoles.


Álvaro Siza Vieira é membro da American Academy of Arts and Science e "Honorary Fellow" do Royal Institute of British Architects, do AIA, da Académie d'Architecture de France e da European Academy of Sciences and Arts. Em suma, pode dizer-se que Álvaro Siza é o arquitecto português com mais visibilidade e prestígio internacional. 

 

As suas obras encontram-se por todo o mundo, da América à Ásia, passando por países como Portugal, Espanha, Países Baixos,Bélgica, Brasil, Coreia do Sul, Estados Unidos, entre outros.

 

 

Álvaro Siza Vieira
Alvaro Siza ao trabalho, 1992
Alvaro Siza junto à um de seus primeiros projetos concluídos, o Restaurante Boa Nova.
Alvaro Siza em desenho de sua esposa, a pintora Maria Antonia Siza, falecida em 1973.
Uma raríssima foto ( meados de 1960's) de Alvaro Siza com sua esposa, Maria Antonia Siza, falecida em 1973.

> (1) Restaurante da Boa Nova, Matosinho, Portugal, 1963

> (2) Prédio do Serviço Meteorologico de Barcelona, Espanha, 1992

> (3) Museu de arte contemporanes de Serralves, Porto, 1997

> (4) Galeria Serpentine, 2005

> (5) Interior da Galeria Serpentine, 2005

> (6) Igreja do Marco de Canaveses 1996

> (7) Faculdade de Arquitetura do Porto, 1993

> (8) Fachadas, plantas e cortes das habitações sociais de Evora

> (9) Conjunto de Piscinas da Praia de Leca, Portugal, 1966

> (10) Centro de Arte Galega, Espanha, 1992

> (11) Casas sociais da Quinta da Malagueira, Evora, 1973-77

> (12) Casa Vieira de Castro, 1994

> (13) Biblioteca Municipal de Viana do Castelo 2004-08

> (14) Biblioteca da Universidade de Aveiro, 1995

> (15) Adega Mayor, Portugal 2007

OBRAS SELECIONADAS:

 

Restaurante da Boa Nova, MAtosinho, Portugal, 1963.jpg
Restaurante da Boa Nova, MAtosinho, Portugal, 1963.jpg
press to zoom
Prédio_do_Serviço_Meteorologico_de_Barcelona,_Espanha,_1992.jpg
Prédio_do_Serviço_Meteorologico_de_Barcelona,_Espanha,_1992.jpg
press to zoom
Museu de arte contemporanes de Serralves, Porto, 1997.jpg
Museu de arte contemporanes de Serralves, Porto, 1997.jpg
press to zoom
Galeria Serpentine, 2005.jpg
Galeria Serpentine, 2005.jpg
press to zoom
Interior da Galeria Serpentine, 2005.jpg
Interior da Galeria Serpentine, 2005.jpg
press to zoom
Igreja do Marco de Canaveses 1996.jpg
Igreja do Marco de Canaveses 1996.jpg
press to zoom
Faculdade de Arquitetura do Porto, 1993.jpg
Faculdade de Arquitetura do Porto, 1993.jpg
press to zoom
fachadas,_plantas_e_cortes_das_habitações_sociais_de_Evora.jpg
fachadas,_plantas_e_cortes_das_habitações_sociais_de_Evora.jpg
press to zoom
Conjunto de Piscinas da Praia de Leca, Portugal, 1966.jpg
Conjunto de Piscinas da Praia de Leca, Portugal, 1966.jpg
press to zoom
Centro de Arte Galega, Espanha, 1992.jpg
Centro de Arte Galega, Espanha, 1992.jpg
press to zoom
Casas sociais da Quinta da Malagueira, Evora, 1973-77.jpg
Casas sociais da Quinta da Malagueira, Evora, 1973-77.jpg
press to zoom
Casa Vieira de Castro, 1994.jpg
Casa Vieira de Castro, 1994.jpg
press to zoom
Biblioteca_Municipal_de_Viana_do_Castelo 2004-08.jpg
Biblioteca_Municipal_de_Viana_do_Castelo 2004-08.jpg
press to zoom
Biblioteca da Universidade de Aveiro, 1995.jpg
Biblioteca da Universidade de Aveiro, 1995.jpg
press to zoom
Adega Mayor, Portugal 2007.jpg
Adega Mayor, Portugal 2007.jpg
press to zoom

 - Referencias:

 

- BASTOS, Maria Alice Junqueira. Alvaro Siza e o Brasil. in Arte Capital, 2006. Disponível em http://www.artecapital.net/arq_des-40-alvaro-siza-e-o-brasil.  Acesso em 15 de janeiro de 2016.

 

- LEONÍDIO, Otávio. Álvaro Siza Vieira: outro vazio. in VITRUVIUS, Portal Arquitextos - 121.02ano 11, jun. 2010. Dhttp://www.vitruvius.com.br/revistas/read/arquitextos/11.121/3439 isponível em 15 de janeiro de 2016.

 

- PRITZKER, Architecture Prize. Alvaro Siza of Portugal Is Named the 1992 Pritzker Architecture Prize Laureate. Disponivel em http://www.pritzkerprize.com/1992/announcement. Acesso em 15 de janeiro de 2016

 

- Victor Delaqua. "Arquivo: Álvaro Siza" 25 Jun 2015. ArchDaily Brasil. Acessado 15 Jan 2016. <http://www.archdaily.com.br/br/769096/arquivo-alvaro-siza>

 

- SITE OFICIAL DO ARQUITETO: alvarosizavieira.com

 

- UNIVERSIDADE DO PORTO. Antigos Estudantes Ilustres da Universidade do Porto - Alvaro Siza Vieira. in Memória da U.Porto. Texto de Cátia Pereira, 2008. Disponivel em sigarra.up.pt/up/pt/web_base.gera_pagina?p_pagina=antigos%20estudantes%20ilustres%20-%20%C3%A1lvaro%20siza%20vieira. Acesso em 15 de janeiro de 2016.

Como citar este documento:

Enciclopædia Biográfica de Arquitetos Digital

Autor(es) do verbete: DURANTE, Silvio.
Título: Alvaro Siza Vieira

Documento nº:  V 09

Disponível na Internet via: http://www.ebad.info/#!vieira-alvaro-siza/c1eiv
Última atualização: 15/01/2016

Índice A-Z

Enciclopédia Biográfica de Arquitetas e Arquitetos Digital