ENCICLOPÆDIA

BIOGRÁFICA DE

ARQUITETAS e ARQUITETOS

DIGITAL 

"EBAD" - DESDE 2015 - by Silvio Durante
Irmãos Vesnin
 
Leonid Aleksandrovich Vesnin
♦ 10 de dezembro de, 1880, Novgorod, Russia
† 8 de outubro de 1933, Moscou, Russia.
 
Viktor Aleksandrovich Vesnin
♦ 09 de abril de 1882, Yuryevets, Rússia
† 17 de setembro de 1950, Moscou, Russia
 
Alexsander Aleksandrovich Vesnin
♦  28 de maio de 1883, Yuryevets, Rússia
† 07 de setembro de 1959. Moscou, Russia

PERFIL BIOGRÁFICO:

 

A família Vesnin tinha como chefe o próspero mercador Alexander Alexandrovich Vesnin, pai dos irmãos Vesnin. Após o casamento com Yelizaveta Vesnin, mudaram-se para a cidade de Yuryevets no rio Volga, onde ele abriu uma destilaria. O negócio ruiu com a Revolução Russa de 1905. Mas o casal Vesnin teve condições de prover educação para sua prole que era formado por Leonid (nascido em 1880), Victor (nascido em 1882) e Alexander (nascido em 1883) e suas irmãs Lídia e Ana Vesnin.

 

Todos receberam em casa a educação básica, com professores particulares e desde jovens, os irmãos demosntraram talento no desenho. Na idade de 10 a 12 anos, seu pai enviou-os para um internato na Academia de Comércio de Moscou, onde eles aperfeiçoaram suas habilidades de desenho.

Leonid, o irmão mais velho, matriculou-se na Academia Imperial de Artes em São Petersburgo em 1900. O pai esperava que pelo menos um de seus filhos iria continuar o negócio da família, ou pelo menos obter uma profissão semelhante a um negócio, e insistiu em que Victor e Alexander escolhi uma faculdade diferente, mas ambos cursaram o Instituto de Engenheiros Civis (também em São Petersburgo). A formação em arquitectura no Instituto era subordinada aos cursos de engenharia e treinamento prático de construção e isso refletiu na diferença estilística dos traços de Leonid, formado na Academia de Artes com a de seus irmãos, formados no Instituto.

 

Leonid abraçou o estilo Art Nouveau, que floresceu entre 1900-1905 na Russia, Alexandre e Victor se inclinaram para o renascimento neoclássico russo que estava em alta por volta de 1902 e ganhou reconhecimento generalizado após 1905.

A mãe deles faleceu em 1902 ao dar a luz à sua irmã mais nova, ana Vesnin e o negócio da família faliu em 1905, assim os irmãos tiveram que cuidas do pai e das irmãs desde cedo. Alexandre e Victor ao sairem do Instituto mudaram-se para Moscou, onde trabalharam para vários arquitetos. Leonid trabalhou em São Petersburgo.

 

Com a eclosão da Primeira guerra Mundial, Leonid foi servir como engenheiro militar. Seus irmãos continuam a atuar com engenharia e neste período eles tiveram contato com os artistas revolucionários da Vanguarda Russa, ligados à pintura e artes visuais.

 

Entre as principais trabalhos dos irmãos Vesnin antes da Revolução de 1917, estão casas particulares em estilos neoclassicos e revivalistas. Com a vitória dos bolcheviques isso iria mudar. Durante os primeiros anos do poder soviético, os irmãos Vesnin (que na época trabalhavam separadamente) estavam participando ativamente no planejamento arquitetônico, buscando atender as necessidades urgentes da nova sociedade

 

A vanguarda de artistas russos, dos quais Lenin era muito simpático, tiveram amplo campo de trabalho e artistas como Vladimir Tatlin e o mestre Ivan Fomin começaram a despontar introduzindo a arquitetura moderna na URSS, movimento que ficou conhecido como o construtivismo russo. Os Vesnins foram inovadores de novos elementos de construção e materiais que influenciam o aparecimento de novas formas arquitetônicas.

 

Alexander, tido como o mais prolífico dos irmãos, que além da arquitetura também atuou como cenógrafo, designer, escritor e pintor, firmou grandes parcerias artisticas com pintores e pintoras das vertentes cubistas e futuristas. Em 1925-1931 serviu como presidente da Associação dos Arquitectos Modernos (OCA) em 1925 passou a ser editor-chefe da revista "Arquitetura Moderna".


A partir de 1923, os irmãos Vesnin passam a trabalhar em projetos cooperados muitos dos quais se tornaram marcos no desenvolvimento da arquitetura soviética. A partir de 1925 eles já eram reconhecidamente os dirigentes artísticos do construtivismo russo. O Vesnins e os outros proponentes do cosntrutivismo atribuiam grande importância para a busca de novos tipos de edifícios que atendessem à interesses sociais e ressaltavam a importância do planejamento funcional e construtivo dos edifícios.

 

Os Vesnins concentraram-se em trazer para fora as possibilidades estéticas de novos elementos e materiais de construção, tornando possível substituir paredes cegas com estruturas envidraçadas, como se vê em seus projetos dos anos 1920's (o Palácio do Trabalho de 1923; o departamento do jornal Pravda Leningradskaia de 1924)

 

As formas arquitetônicas das obras dos últimos anos da década de 1920 revelam ainda mais seu compromisso com a finalidade funcional do edifício, onde os irmãos buscaram aumentar a  intercomunicação dos diversos espaços dos prédios levando em conta até mesmo os movimentos dos visitantes, ligados por corredores. Isso levou a uma série de edifícios símbolo do construtivismo, como o clubes dos trabalhadores em Baku, 1928-1932; Palácio da Cultura no Distrito Proletária em Moscou

 

Outros edifícios importantes projetados pelos Vesnins neste momento são a loja de departamentos em Presnensky, distrito de Moscou (1927) e a Usina Hidrelétrica do rio Dnieper (1927-1932).

 

As obras  dos irmãos Vesnin após 1932 são orientados para as tradições clássicas do passado, que era a tendência geral na arquitetura soviética sob o regime stalinista, como se pode ver no projeto do Palacio dos Sovietes, que eles projetaram em 1932-33.

 

Leonid morreu em 1933, encerrando sua carreira no momento em que o stalismo se solidificava enquanto política oficial da URSS. A vanguarda russa dos primeiros anos pós-revolução já não tinha qualquer espaço.

 

Alexsander se afastou da vida profissional por não querer se misturar com o estilo oficial imposto por Stalin. Seu último projeto público foi um prédio do governo em Zaryadye, datado de 1940. Em 1939 recebeu o título de membro da Academia de Arquitectura da URSS. A morte de Leonid criou uma atmosfera de forte crítica do construtivismo russo, e isso levou Alexsander a cortar a sua atividade criativa. Durante a Segunda Guerra Mundial Alexander, trabalhou projetando cidades improvisadas voltadas à industria de armamentos e equipamentos de defesa. Em seu tempo livre, ele pintou numerosas telas sobre temas da Ásia Central. Depois da guerra, ele se aposentou da arquitetura embora ele detinha o título de arquiteto-chefe do Ministério da Indústria do Petróleo até 1950.

 

Victor continuou na ativa e entre 1932 e 1938, presidiu o Sindicato dos Arquitetos Soviéticos, uma união profissional estatal que substituiu todas as associações anteriormente independentes. No mesmo período, acabou sendo arquiteto-chefe do Soviete Supremo da Economia Nacional e ajudou na industrialização pesada que ocorreu no país. Seu trabalho na política o afastou da arquitetura. Ele presidiu a Academia Soviética de Arquitetura (1939-1949) e foi condecorado com a Medalha de Ouro Real Britânica em 1945 pelo RIBA (Real Institute British Architects) por conta de sua vida profissional.

Irmãos Vesnin e seu projeto para o Comissariado do Povo para a Industria Pesada, 1934
Família Vesnin, em 1890, da esquerda para direita:
Victor Vesnin
Alexander Vesnin (pai),
Alexander Vesnin
Leonid Vesnin
Yelizaveta Vesnina (mãe)
Lidia Vesnin
Leonid Aleksandrovich Vesnin
Victor Alexandrovich Vesnin
Alexsander Alexandrovich Vesnin
Durante o Encontro de Arquitetura Moderna em Moscou, um encontro de gênios:
Victor, Leonid, Le Corbusier, Alexander e Andrey Burov.
1928

L = Leonid, V = Victor e A= Alexsander

 

> (1) L+V+A - Casa Aratsky, Moscou, 1913

> (2) L - Habitação coletiva de um assentamento de trabalhadores em Yvanovo, 1924-26

> (3) A - Modelo do set da peça "The Man Who Was Thursday", dirigido por Alexander Tairov, 1923

> (4) A - Composição Colorida, 1917

> (5) A - composição abstrata, 1915

> (6) L - Esboço do Pavilhao das Plantas Tropicais de Paris

> (7) L+V+A Palacio de Cultura Likhachev, Moscou (1933-1937) 

> (8) L + V +A - Loja de Departamentos, Presnensky, 1927

> (9) L+V+A Teatro em Povarskaya, Moscou (1929-1934) 

> (10) L+V+A Proposta vencedora dol concurso para Sede da Companhia Arcos (1924)

> (11) V - Banco Agrícola, Ivanovo, 1927-1928 

> (12)L+V+A - Proposta 02 para o Comissariado do Povo para a Industria Pesada Nacional 1933-34 

> (13) L+V+A - Proposta 01 para o Comissariado do Povo para a Industria Pesada Nacional 1933-34 

> (14)L+V+A - Planta, Corte e Perspectiva para o Palacio dos Trabalhadores (1923)

> (15) V - Estação Hidreletrica do Rio Dniper, Ucrania (1927-1932) 

OBRAS SELECIONADAS:

 

LVA Casa Aratsky Moscou 1913.jpg
LVA Casa Aratsky Moscou 1913.jpg
press to zoom
Habitação_coletiva_em_Yvanovo_1924-26.jpg
Habitação_coletiva_em_Yvanovo_1924-26.jpg
press to zoom
A. Vesnin Set da peca The Man Who Was Thursday, de Alexander Tairov, 1923.jpg
A. Vesnin Set da peca The Man Who Was Thursday, de Alexander Tairov, 1923.jpg
press to zoom
A.Vesnin_composição_colorida,_1917.jpg
A.Vesnin_composição_colorida,_1917.jpg
press to zoom
Alexander_Vesnin_Abstract_Composition2_1915c..jpg
Alexander_Vesnin_Abstract_Composition2_1915c..jpg
press to zoom
Croqui_do_Pavilhao_das_Plantas_Tropicais_de_Paris.jpg
Croqui_do_Pavilhao_das_Plantas_Tropicais_de_Paris.jpg
press to zoom
L_V_A_Palacio_de_Cultura_Likhachev,_Moscú_(1933-1937).JPG
L_V_A_Palacio_de_Cultura_Likhachev,_Moscú_(1933-1937).JPG
press to zoom
L_V_A Department store in Presnensky District, 1927.jpg
L_V_A Department store in Presnensky District, 1927.jpg
press to zoom
L_V_A teatro em Povarskaya, Moscou (1929-1934).jpg
L_V_A teatro em Povarskaya, Moscou (1929-1934).jpg
press to zoom
L_V_A Proposta vencedora dol concurso para Sede da Companhia Arcos (1924).jpg
L_V_A Proposta vencedora dol concurso para Sede da Companhia Arcos (1924).jpg
press to zoom
V Banco Agrícola, Ivanovo (1927-1928).jpg
V Banco Agrícola, Ivanovo (1927-1928).jpg
press to zoom
Proposta 02 para o Comissariado do Povo para a Industria Pesada Nacional 1933-34.jpg
Proposta 02 para o Comissariado do Povo para a Industria Pesada Nacional 1933-34.jpg
press to zoom
Proposta 01 para o Comissariado do Povo para a Industria Pesada Nacional 1933-34.jpg
Proposta 01 para o Comissariado do Povo para a Industria Pesada Nacional 1933-34.jpg
press to zoom
Planta, Corte e Perspectiva L+V+A para o Palacio dos Trabalhadores (1923).jpg
Planta, Corte e Perspectiva L+V+A para o Palacio dos Trabalhadores (1923).jpg
press to zoom
V_Estação_Hidreletrica_do_Rio_Dniper,_Ucrania_(1927-1932).jpg
V_Estação_Hidreletrica_do_Rio_Dniper,_Ucrania_(1927-1932).jpg
press to zoom

 - Referencias:

 

- GLANCEY, Jonathan. Guia Ilustrado de Arquitetura. Trad. Laura Alves e Aurélio Rebello. Rio de Janeiro: Zahar, 2012.

 

- MONOSKOP. Vesnin Brothers. Disponivel em http://monoskop.org/Vesnin_brothers. Acesso em 13 de janeiro de 2016.

 

- RUSSIAN ADVANTGARDE COLLECTION. ALEXANDER VESNIN. Disponivel em http://russianavantgarde.nl/Russian_Avantgarde_Art/details/Pages/Alexander-Vesnin.html. Acesso em 13 de janeiro de 2016.

 

- The Great Soviet Encyclopedia, 3rd Edition (1970-1979). © 2010 The Gale Group, Inc. All rights reserved. Disponivel em http://encyclopedia2.thefreedictionary.com/Vesnin+Brothers. Acesso em 13 de janeiro de 2016.

 

Como citar este documento:

Enciclopædia Biográfica de Arquitetos Digital

Autor(es) do verbete: DURANTE, Silvio.
Título: Irmãos Vesnin

Documento nº:  V 07

Disponível na Internet via: 
Última atualização: 13/01/2016

Índice A-Z

Enciclopédia Biográfica de Arquitetas e Arquitetos Digital