ENCICLOPÆDIA

BIOGRÁFICA DE

ARQUITETAS e ARQUITETOS

DIGITAL 

"EBAD" - DESDE 2015 - by Silvio Durante
 Owen Williams
♦  20 de março de 1890, Londres, Grã-Bretanha
† 23 de maio de 1969, Hetfordshire, Grã-Bretanha

PERFIL BIOGRÁFICO:

 

Williams nasceu em Tottenham, Londres, Inglaterra, em 20 de março de 1890. Ele era o filho de Evan Owen Williams, um pequeno comerciante dono de um empório, e Mary Roberts, dona de casa. Owen teve duas irmãs e dois irmãos. 

 

Williams estudou os primeiros anos da Tottenham Grammar School e logo nos primeiros tempos já se destacou em matemática. Nesta escola ele estudou de 1902 até 1906. Chegou a ganhar prêmios nos concursos de matemática promovidos pelo colégio.

 

Na adolescência, ele tornou-se aprendiz na companhia "Electrical Co. Tramways" em Londres em 1907 e, ao mesmo tempo fez um curso de engenharia na Universidade de Londres.

 

Em 1911 ele trabalhou para a Indented Bar & Concrete Engineering Company, empresa norte americana especializada em concreto armado. 

 

Em 1912, Williams assumiu o cargo de engenheiro e designer em outra empresa, a Companhia de concreto Trussed.  Sete anos mais tarde, começou a sua própria empresa de consultoria, a "Williams Estruturas de Concreto".

 

Nessa época, a disseminação do concreto armado nos Estados Unidos e na Grã-Bretanha ganhou proporções nunca antes vistas. Um novo profissional era cada vez mais requisitado: o engenheiro estrutural civil. Os primeiros profissionais desta categoria eram arquitetos especializados em calculos estruturais e resistencia de materiais, como era o caso de Owen. Somente em 1922 foi fundado o Instituto dos Engenheiros Estruturais, reconhecendo a profissão que foi desmembrada da Arquitetura. Owen foi um dos primeiros profissionais dessa transição.

 

Em 1914 com a eclosão da Primeira Guerra Mundial cresce a necessidade de construir prédios com relativa rapidez e a escassez da madeira, aumentou a procura por peças pré-moldadas de concreto por toda a Grâ-Bretanha.

 

Em 1915, Owuen casa-se com Gwladys Clarissa Tustian. No ano seguinte ele envolve-se em uma empresa de aviação, mas a mudança para a engenharia aeronautica não dá certo e em 1917 ele volta ao ramo da construção civil, desta vez por solicitação do almirantado britânico que solicita o desenvolvimento de armas de concreto para afundar navios alemães. Owen chega a desenvolver 12 navios experimentais que arremessavam concreto de secagem rápida por meio de rampas de lançamento.

 

Em 1919 ele funda a sua emrpesa, a "Williams Estruturas de Concreto". 

 

Sua fama e bom trabalho logo o fez chegar a ser nomeado engenheiro-chefe e consultor civil para a Exposição do Império Britânico. Nesse períoso ele construiu muitas grandes obras públicas, que incluiu o antigo Estádio de Wembley.

 

Neste cargo, a frente das obras públicas, também incluiu o edifício do Palácio da Indústria em Brent, o primeiro edifício no Reino Unido a usar concreto a vista do exterior (sem revestimento).

 

Williams foi reconhecido por suas realizações e reconhecido o título de "Cavaleiro" em 1924, passando a deter o título de "Sir Owen Williams".

 

Nesse período, Williams firma uma parceria com seu arquiteto, Maxwell Ayrton, que motivou a trabalhar em conjunto em projetos de pontes. A parceria iria durar muitos anos e diversas estruturas foram construidas e assinadas pelo escritório da dupla Willians e Ayrton. Em 1932, a empresa deles projeta e constroi a famosa ponte de Waterloo, no centro de Londres.

 

Williams, embora no começo da carreira praticou alguns estilos historicistas e até mesmo o neoclassico, tinha uma vocação fuincionalista e essa concepção arquitetônica fez com que ele produzisse uma série de edifícios de concreto armado durante o período entre as duas guerras mundiais.

 

Após a Segunda Guerra Mundial, trabalhou no desenvolvimento do primeiro plano diretor para o sistema de auto-estradas da Grã-Bretanha do pós-guerra. Seus outros trabalhos incluem o Dorchester Hotel, a fábrica farmacêutica Botas em Beeston, Nottinghamshire, a auto-estrada M1 e do Centro de Saúde Pioneer em Peckham, no sul de Londres.

 

Na década de 1940 a empresa expandiu e tornou-se Sir Owen Williams and Partners. Nesse período ele ganha o apelido que iria caracterizar sua trajetória na história da arquitetura, passando a ser chamado de "King Concrete"  (O rei do concreto).

 

No ano de 1961, Williams ganhou a medalha de ouro do Instituto dos Engenheiros Civis por conta de suas contribuições no projeto da auto-estrada.


Em 1966, seu filho assume os negocios na empresa, pois Williams passou a ter diversos problemas de saúde em decorrência de um câncer na garganta. Mesmo se curando do cancer, sua saúde ficou debilitada e Williams morreu de um acidente vascular cerebral maio 1969 com a idade de 79 anos.

 

Mesmo doente, ele ainda trabalhou semanas antes de sua morte, como assessor do governo em uma licitação para construção de uma doca de concreto armado para abrigar um submarino nuclear britânico. 

 

A empresa funcionou com seus familiares, mesmo após a sua morte, quando foi adquirida pelo escritório de construções Amey em 2006.

"Sir" Owen Williams
"Sir" Owen Williams em sua juventude, já atuando como engenheiro e arquiteto
"Sir" Owen Williams em sua prancha de projetos.

OBRAS SELECIONADAS:

 

> (1) D10 Building, em Nottingham, 1930–32

> (2) D10 Building, em Nottingham, 1930–32

> (3) Daily Express Building, Manchester, 1936-39

> (4) Daily Express Building, Manchester, 1936-39

> (5) Palacio da Industria, Londres, 1921-1924 (com Maxwell Aryton)

> (6) Antigo Estádio de Wembley, 1921-1924 (com Maxwell Aryton)

> (7) Antigo Estádio de Wembley, 1921-1924 (com Maxwell Aryton)

> (8) Ponte sob o rio FindHorn (Escócia, com Maxwell Aryton)

> (9) Piscina Pública Imperial, Wembley, 1933-1934

> (10) Piscina Pública Imperial, Wembley, 1933-1934

> (11) Sinagoga de Dollis Hill, 1936-38

> (12) Centro de Operações da Companhia Aérea BOAC, 1950-1955, Heathrow

02 D10 factory 1930.jpg
02 D10 factory 1930.jpg
01 D10 factory 1930.jpg
01 D10 factory 1930.jpg
03 Express-Building-Manchester.jpg
03 Express-Building-Manchester.jpg
05 Palace of Industry London.jpg
05 Palace of Industry London.jpg
04 Express-Building-Manchester.jpg
04 Express-Building-Manchester.jpg
06_Antigo_Estádio_de_Wembley.jpg
06_Antigo_Estádio_de_Wembley.jpg
09_Piscina_Pública_Imperial.jpg
09_Piscina_Pública_Imperial.jpg
07_Antigo_Estádio_de_Wembley.jpg
07_Antigo_Estádio_de_Wembley.jpg
08 Ponte Findhorn.jpg
08 Ponte Findhorn.jpg
10_Piscina_Pública_Imperial.jpg
10_Piscina_Pública_Imperial.jpg
11 Sinagoga Dollis Hill.jpg
11 Sinagoga Dollis Hill.jpg
12_Centro_de_Operações_da_Companhia_BOAC.jpg
12_Centro_de_Operações_da_Companhia_BOAC.jpg

 - Referencias:

 

- ARCHITRAVEL. Owen Williams. ArchiTravel - Online architecture guide. Disponivel em http://www.architravel.com/architravel/architects/sir-owen-williams/

. Acesso em 18 de julho de 2016

 

- BOSTJAN, Bugaric. Williams Owen. ARCHITECTUUL. Disponível em http://architectuul.com/architect/owen-williams. Acesso em 18 de julho de 2016.

 

- GOMBRICH, Leonie. Owen Williams. Engineer Biography. Disponivel em http://www.engineering-timelines.com/who/Williams_O/williamsOwen.asp. Acesso em 18 de julho de 2016.

 

- SHARP, Dennis . The Illustrated Encyclopedia of Architects and Architecture. New York: Quatro Publishing, 1991. ISBN 0-8230-2539-X. NA40.I45. p164.

 

 

Como citar este documento:

Enciclopædia Biográfica de Arquitetos Digital

Autor(es) do verbete: DURANTE, Silvio.
Título: Owen Williams

Documento nº: W05

Disponível na Internet via: http://www.ebad.info/williams-owen
Última atualização: 18/07/2016

Índice A-Z

Enciclopédia Biográfica de Arquitetas e Arquitetos Digital