ENCICLOPÆDIA

BIOGRÁFICA DE

ARQUITETAS e ARQUITETOS

DIGITAL 

"EBAD" - DESDE 2015 - by Silvio Durante
Paulo Mendes da Rocha
♦  25 de outubro de 1928, Vitória (ES), Brasil
† 23 de maio de 2021, São Paulo (SP), Brasil

PERFIL BIOGRÁFICO:

 

Paulo Archias Mendes da Rocha é um arquiteto, urbanista e professor de arquitetura. Nasceu na capital do estado do Espírito Santo e ainda jovem mudou-se para São Paulo. Ingressou na faculdade de arquitetura da Mackenzie em 1949.

 

Pertencente à uma família de engenheiros, o avô, Francisco Mendes da Rocha, dirigiu o serviço de navegação do Rio São Francisco, conhecido como “Rio da Unidade Nacional”, e depois a Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro. O pai, Paulo Menezes Mendes da Rocha, foi um grande engenheiro e tornou-se a partir dos anos 1940 um respeitado professor no curso de Engenharia Naval e Recursos Hídricos na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo.

 

No ano de 1954, forma-se na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Presbiteriana Mackenzie, em São Paulo. Devido sua formação familiar ligada à reflexão sobre a relação entre engenharia e natureza, Paulo Mendes da Rocha desde os primeiros anos da faculdade já demonstrava talento na área da construção civil.

 

Destaca-se muito cedo, aos 29 anos, ao vencer o concurso para o Ginásio do Clube Atlético Paulistano, 1958, obra que lhe vale o Grande Prêmio Presidência da República na 6ª Bienal Internacional de São Paulo, em 1961. Integra, a partir de então, o grupo que, com a liderança de Vilanova Artigas, constitui a chamada "escola paulista" na arquitetura.

 

Realiza entre 1960 e 1961 projetos de escolas para a rede pública e neste mesmo período ele ingressa como professor na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo - FAU/USP, à convite de Artigas.

 

Datam também desse período obras como a sede social do Jockey Club de Goiânia, 1962, o edifício residencial Guaimbê, e a própria residência, do ano de 1964, no bairro do Butantã, ambos em São Paulo.

 

Projeta em 1968, ao lado de Artigas e Fábio Penteado, o Conjunto Habitacional Zezinho Magalhães Prado - Parque Cecap, em Guarulhos/SP, projetado para abrigar 50 mil moradores, um dos maiores empreendimentos habitacionais do período.

 

Em 1969, após o Ato Institucional nº 5 - AI-5, da Ditadura Militar, Paulo Mendes da Rocha é afastado da FAU/USP, à qual retorna apenas com a anistia, em 1980, como auxiliar de ensino - condição na qual permaneceu até 1998. 

 

Com os direitos profissionais cassados, vence, em 1969, em situação paradoxal, o concurso nacional para o Pavilhão do Brasil na Expo'70, em Osaka: uma grande cobertura de concreto e vidro apoiada em colinas artificiais. No concurso internacional para o Centre Georges Pompidou (Beaubourg), em Paris, em 1971, seu projeto é um dos premiados.

 

Atuante também no campo da representação de classe, tendo presidido o departamento paulista do Instituto dos Arquitetos do Brasil - IAB/SP em duas ocasiões: 1972-1973 e 1986-1987. Entre 1987 e 1988, seus projetos para a Loja Forma e para o Museu Brasileiro da Escultura - MuBE, este também vencedor de um concurso, inauguram uma nova fase de reconhecimento público do seu trabalho.

 

Seguem-se a esses os projetos para o pórtico da Praça do Patriarca, 1992, em São Paulo, a reforma da Pinacoteca do Estado de São Paulo - Pesp, 1993, e o Centro Cultural da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo - Fiesp, 1996.

 

Em 1996, as editoras Blau, de Portugal, e Gustavo Gilli, da Espanha, lançam, em co-edição, o livro "Mendes da Rocha", contando a vida e a obra do arquiteto. Seu reconhecimento internacional se intensifica com a Sala Especial Mendes da Rocha durante a 10ª edição do evento "Documenta de Kassel", na Alemanha, 1997.

 

No ano seguinte,  tornar-se professor titular do curso de Arquitetura da FAU/USP, onde será aposentado compulsoriamente por ter completado 70 anos de idade. Dois anos depois é agraciado  com o Prêmio Mies van der Rohe de Arquitetura Latino-Americana, em 2000, pela reforma da Pinacoteca de São Paulo.

 

Com a publicação do livro Paulo Mendes da Rocha: Bauten Und Projekte, na Europa pela Niggli Verlag, em 2001, e encomendas de projetos na Espanha, recebe o importante Prêmio Pritzker, de 2006, condecoração máxima entre os arquitetos no mundo.

Paulo morreu na madrugada do dia 23 de maio de 2021, aos 92 anos de idade, em um hospital de São Paulo devido a um câncer no pulmão.

 

 

Paulo Mendes da Rocha

Paulo Mendes da Rocha ao lado do painel com detalhes e fotos do Estádio do Clube Atlético Paulista.

Paulo Mendes da Rocha e Álvaro Siza, durante a Bienal de Veneza em 2016, quando o arquiteto brasileiro recebeu o prêmio "Leão de Ouro"

OBRAS SELECIONADAS:

 

ginasio_atletico_sp.jpg
ginasio_atletico_sp.jpg

> (1) Ginasio do Clube Atlético Paulista, 1957 > (2) Edifício Guaimbê, São Paulo, 1967 > (3) Estádio Serra Dourada, Goiânia, 1975 > (4) Museu da Escultura Brasileira, 1986 > (5) Prédio do Poupatempo, São Paulo, 1998 > (6) Cais das Artes, Vitória, ES, 2010

press to zoom
Ed.Guaimbe-PMR.jpg
Ed.Guaimbe-PMR.jpg

> (1) Ginasio do Clube Atlético Paulista, 1957 > (2) Edifício Guaimbê, São Paulo, 1967 > (3) Estádio Serra Dourada, Goiânia, 1975 > (4) Museu da Escultura Brasileira, 1986 > (5) Prédio do Poupatempo, São Paulo, 1998 > (6) Cais das Artes, Vitória, ES, 2010

press to zoom
serra-dourada-panorama.jpg
serra-dourada-panorama.jpg

> (1) Ginasio do Clube Atlético Paulista, 1957 > (2) Edifício Guaimbê, São Paulo, 1967 > (3) Estádio Serra Dourada, Goiânia, 1975 > (4) Museu da Escultura Brasileira, 1986 > (5) Prédio do Poupatempo, São Paulo, 1998 > (6) Cais das Artes, Vitória, ES, 2010

press to zoom
MUBE-008.jpg
MUBE-008.jpg

> (1) Ginasio do Clube Atlético Paulista, 1957 > (2) Edifício Guaimbê, São Paulo, 1967 > (3) Estádio Serra Dourada, Goiânia, 1975 > (4) Museu da Escultura Brasileira, 1986 > (5) Prédio do Poupatempo, São Paulo, 1998 > (6) Cais das Artes, Vitória, ES, 2010

press to zoom
poupatempo itaquera.jpg
poupatempo itaquera.jpg

> (1) Ginasio do Clube Atlético Paulista, 1957 > (2) Edifício Guaimbê, São Paulo, 1967 > (3) Estádio Serra Dourada, Goiânia, 1975 > (4) Museu da Escultura Brasileira, 1986 > (5) Prédio do Poupatempo, São Paulo, 1998 > (6) Cais das Artes, Vitória, ES, 2010

press to zoom
5ecb90efd0074bb02cc20993c301701c825d2504.jpg
5ecb90efd0074bb02cc20993c301701c825d2504.jpg

> (1) Ginasio do Clube Atlético Paulista, 1957 > (2) Edifício Guaimbê, São Paulo, 1967 > (3) Estádio Serra Dourada, Goiânia, 1975 > (4) Museu da Escultura Brasileira, 1986 > (5) Prédio do Poupatempo, São Paulo, 1998 > (6) Cais das Artes, Vitória, ES, 2010

press to zoom
Capela N. S. Conceição
Capela N. S. Conceição

Capela Nossa Senhora da Conceição, Recife (PE), 2004-2006

press to zoom
Museu Nacional dos Coches, Lisboa, Portugal 2008
Museu Nacional dos Coches, Lisboa, Portugal 2008

Museu Nacional dos Coches, Lisboa (Portugal), 2008

press to zoom
Portico_e_cobertura_da_Praça_1992
Portico_e_cobertura_da_Praça_1992

Pórtico e Cobertura da Praça do Patriarca, São Paulo/SP, 1992

press to zoom

 

> (1) Ginasio do Clube Atlético Paulista, 1957

> (2) Edifício Guaimbê, São Paulo, 1967

> (3) Estádio Serra Dourada, Goiânia, 1975

> (4) Museu da Escultura Brasileira, 1986

> (5) Prédio do Poupatempo, São Paulo, 1998

> (6) Cais das Artes, Vitória, ES, 2010

> (7) Capela de Nossa Senhora da Conceição, Recife (PE), 2004-20006

> (8) Museu Nacional dos coches, Lisboa, Portugal, 2008

> (9) Cobertura e Pórtico da Praça do PAtriarca, São Paulo/SP, 1992

 

 - Referencias:

 

-CAU BR. Biografia Paulo Mendes da Rocha. Disponivel em https://www.caubr.gov.br/paulomendesdarocha/?page_id=32. Acesso em 25 de maio de 2021.

-  ITAU. Enciclopédia Itaú Cultural. Paulo Mendes da Rocha – Biografia. Disponivel em http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa20547/paulo-mendes-da-rocha. Acesso em 03 de agosto de 2015.

 

- Victor Delaqua. "Paulo Mendes da Rocha - Obra completa / Daniele Pisani" 25 Jul 2015. ArchDaily Brasil. Acessado 3 Ago 2015. <http://www.archdaily.com.br/br/770836/paulo-mendes-da-rocha-obra-completa-daniele-pisani>

 

- SITE OFICIAL DO ARQUITETO: paulomendesdarocha.wordpress.comAcesso em 03 de agosto de 2015.

 

- PISANI, Daniele. Paulo Mendes da Rocha - Obras Completas. Editora GG Brasil, 2013.

- LIMA, P. FARAH, R. LUNA, F. O Mestre de obras: Paulo Mendes da Rocha. Revista Trip # 94. Publicado em 01.10.2001 - Disponivel em https://revistatrip.uol.com.br/trip/entrevista-com-arquiteto-e-urbanista-paulo-mendes-da-rocha. Acesso em 24 de janeiro de 2018.

Como citar este documento:

Enciclopædia Biográfica de Arquitetos Digital

Autor(es) do verbete:: DURANTE, Silvio
Título: Paulo Mendes da Rocha

Documento nº: R08

Disponível na Internet via: http://www.ebad.info/rocha-paulo-mendes-da
Última atualização: 24/01/2018

Início

Índice A-Z

Enciclopédia Biográfica de Arquitetas e Arquitetos Digital