ENCICLOPÆDIA

BIOGRÁFICA DE

ARQUITETAS e ARQUITETOS

DIGITAL 

"EBAD" - DESDE 2015 - by Silvio Durante
Gustave Strauven
♦ 23de junho de 1878, Schaerbeek, Bélgica
† 19 de março de 1919, Haute Savoie, França

PERFIL BIOGRÁFICO:

 

Gustave Strauven é um arquiteto belga nascido em Schaerbeek (distrito de Bruxelas) em 23 de junho 1878. Seu pai, Pierre Arnold Strauven, era um exímio jardineiro profissional. Ele morreu em 1884, com apenas 45 anos de idade. Gustave, com apenas 6 anos será criado por sua mãe, Catherine Backaert, e por seu irmão mais velho, Peter Strauven.

 

Aos 18 anos de idade, Strauven é contratado para trabalhar como desenhista no escritório de arquitetura de Victor Horta, um dos maiores expoentes do estilo art nouveau da Europa. Lá ele permanece de agosto de 1896 até fevereiro de 1898, quando ele é contratado como desenhista em um escritório de arquitetura em Zurique, na Suiça

 

Em Zurique, Strauven permanece por cerca de um ano antes de retornar a Bruxelas. No ano de 1899 começa a trabalhar em seu próprio escritório de arquitetura desenhando seus próprios projetos. Nesse período ele também passa a trabalhar ativamente, escrevendo artigos e desenhos para a revista "La Gerbe", um periódico especializado na divulgação e fomento do movimento "Art Nouveau".

 

Ele também passa a interessar-se em diferentes pesquisas no campo da tecnologia de desenvolvimento de materiais de construção e engenharia civil. Ele registrou várias patentes em seu nome, como uma máquina de aquecimento a vapor, uma técnica de desenvolvimento de telhados de vidro, ligas metálicas, tecnicas de fundições entre outras patentes ligadas ao mundo da construção.

 

Os primeiros edifícios de Strauven estão localizados principalmente entre as praças Ambiorix e Gutemberg. Suas outras construções são encontradas principalmente em Schaerbeek, incluindo o prédio oficial da administração municipal.

 

Strauven produziu trinta construções, todas em estilo Art Nouveau, estilo do qual o arquiteto levou ao máximo grau o uso de motivos florais através do uso de ligas metalicas que ele mesmo patenteou em suas pesquisas na indústria siderúrgica.

 

Os seus clientes de Strauven não eram tão ricos ricos quanto os de Victor Horta, o que levou Strauven a renunciar o uso da pedra como material principal em suas construções. Assim ele compensou esse fato usando uma variedade de materiaiscomo a alvenaria policromatica, para imitar os padrões de pedra, o uso do plástico moldados no lugar das cerâmicas luxuosas e muitos elementos em metais.

 

Sua obra mais famosa é a mansão construida para ser residencia do pintor George Saint-Cyr. Trata-se de um sobrado com quatro andares construido em um terreno com apenas 4 metros de testada. Neste eddficío, Strauven utilizou totalmente o terreno, deixando na fachada as 4 aberturas principais (portas e janelas) com formas diferentes. O edifício ganhou feições orgânicas, contrastando com a geometria dos prédios vizinhos. Strauven ainda utilizou metais em abundancia para os gradis, detalhes e molduras, criando uma aparencia exótica para o prédio.

 

A mansão Saint-Cyr foi incluída em 2010 no catálago do pratimonio arquitetonico da Bélgica. Foi a obra mais famosa de Strauven e a que lhe rendeu fama e reconhecimento, abrindo as portas para outras obras que seguiram depois. 

 

A Bélgica participou da Primeira Guerra Mundial e Gustave Strauven foi convocado para servir o exército belga no corpo de soldados de segunda classe. Após intensos combates na França contra as tropas do então império alemão, Strauven é ferido gravemente e retirado do campo de batalha.

 

O arquiteto não resiste aos ferimento e vai morrer no dia 19 de março de 1919, no Hospital Militar Belga em Faverges em Haute Savoie (França) com apenas 41 anos de idade. Ele está enterrado entre seus companheiros de combate no cemitério de Evere de Bruxelas.

OBRAS SELECIONADAS:

 

> (1) Elevações e Planta da Mansão Saint-Cyr, Bruxelas, 1901

> (2) Mansão Saint-Cyr, Bruxelas, 1901

> (3) Mansão da Rua Washington, Bruxelas, 1900

> (4) Casa do Arquiteto Strauven, Bruxelas, 1902

> (5) Apartamentos De Beck, Saint Gilles, 1905

> (6) Mansão Van Dyck, 1900

> (7) Mansão de Madame Spaak, 1899

> (8) Mansão particular de Etterbeek, 1906

> (9) Apartamentos e térreo comercial na Av. Louis Bertrand, 1906

01saintcyr_plan.jpg
01saintcyr_plan.jpg
press to zoom
02Saint-Cyr.jpg
02Saint-Cyr.jpg
press to zoom
08_mansão_da_rua_Washington_1900.jpg
08_mansão_da_rua_Washington_1900.jpg
press to zoom
06 casa do arquiteto.jpg
06 casa do arquiteto.jpg
press to zoom
07 apartamentos De Beck.jpg
07 apartamentos De Beck.jpg
press to zoom
04 mansao Van Dik.jpg
04 mansao Van Dik.jpg
press to zoom
04 mansao Mme Spaak.jpg
04 mansao Mme Spaak.jpg
press to zoom
05 mansao particular em Etterbek.JPG
05 mansao particular em Etterbek.JPG
press to zoom
03 av Bertrand.jpg
03 av Bertrand.jpg
press to zoom

 - Referencias:

 

- Artists of the Belle Epoque. Gustave Strauven. Disponível em http://www.la-belle-epoque.de/artists.htm. Acesso em 09 de dezembro de 2015.

 

-INVENTAIRE DU PATRIMOINE ARCHITECTURAL. Maison de Saint Cyr. Disponível em:

 http://www.irismonument.be/fr.Bruxelles_Extension_Est.Square_Ambiorix.11.html.  Acesso em 10 de dezembro de 2015

 

- JAMES STEVENS CURL. "Strauven, Gustave." A Dictionary of Architecture and Landscape Architecture. 2000. Encyclopedia.com. 10 Dec. 2015 <http://www.encyclopedia.com>.

 

- Senses Art Nouveau. Gustave Strauven. Disponível em http://www.senses-artnouveau.com/biography.php?artist=STR. Acesso em 10 de dezembro de 2015.

 

Como citar este documento:

Enciclopædia Biográfica de Arquitetos Digital

Autor(es) do verbete:: DURANTE, Silvio
Título: Gustave Strauven

Documento nº: S28

Disponível na Internet via:
Última atualização: 10/12/2015

Início

Índice A-Z

Enciclopédia Biográfica de Arquitetas e Arquitetos Digital