ENCICLOPÆDIA

BIOGRÁFICA DE

ARQUITETAS e ARQUITETOS

DIGITAL 

"EBAD" - DESDE 2015 - by Silvio Durante
DANIELE BARBARO
♦ 08 de Fevereiro de 1513
† 13 de abril de 1570
 

PERFIL BIOGRÁFICO:

 

Daniele Matteo Barbaro Alvise foi um grande intelectual do renascimento e um dos maiores intelectuais da história da humanidade. Não foi propriamente um arquiteto, mas sua atuação intelectual está ligada diretamente à grandes contribuições na área da arte e arquitetura.

 

Além de ser versado em diversos campos do saber, é mais conhecido por ser o tradutor para o idioma italiano e também comentador da obra de Vitruvius. Ele também teve uma carreira eclesiástica significativa, atingindo o posto de cardeal da Igreja.

 

Ele nasceu em Veneza, filho de Francesco di Daniele Barbaro e Elena Pisani, filha do banqueiro Alvise Pisani e Cecilia Giustinian. Barbaro estudou filosofia, matemática e óptica na Universidade de Pádua. Segundo registros, é dele o projeto do jardim botânico da universidade.

 

Barbaro serviu a República de Veneza como embaixador naa corte do Rei Edward VI em Londres e como representante no Conselho de Trento. Sua nomeação como cardeal pode ter sido secreta para evitar causar complicações diplomáticas. Em 1550 ele foi eleito Patriarca de Aquileia, uma nomeação eclesiástica que exigia a aprovação do Senado veneziano.

 

Com a morte de seu pai, ele herdou uma propriedade rural com seu irmão Marcantonio Barbaro. Eles encomendaram de Andrea Palladio, que naquele tempo já eram muito amigos, o projeto de sua casa, a conhecidíssima Villa Barbaro, que agora faz parte do Património Mundial da humanidade segundo a UNESCO.

 

Andrea Palladio e Daniele Barbaro visitaram Roma em conjunto e a arquitetura da vila reflete o seu interesse em edifícios antigos que eles viram lá e documentaram. O interior da casa é decorada com afrescos de Paolo Veronese, que também pintou retratos a óleo de Daniele como este que ilustra o presente verbete.

 

Segundo hipóteses, Daniele Barbaro pode ter sido o autor do projeto do Palazzo Trevisan em Murano. Outras opiniões apontam que ele projetou em conjunto com Palladio. Como no Villa Barbaro, Paolo Veronese e Alessandro Vittoria, provavelmente, também trabalharam no projeto, pintando afrescos e murais, e o Palazzo foi concluído em 1557.

 

Tornou-se notavel por sua coleção de instrumentos astronômicos adquiridos e construídos atraves de estudos e segundo estudiosos, ele escreveu um livro exclusivo tratando de aparelhos de navegação, observação de estrelas, relógios solares e demais dispositivos astronômicos.

 

A fama de Barbaro é principalmente devido à sua vasta produção nas artes, letras e matemática. Seus livros contribuiram para moldar a cultura ocidental moderna. Um humanista culto, um legítimo representante do Renascimento. Grande incentivador e patrono de Andrea Palladio, considerado um dos três melhores arquitectos de Veneza de seu tempo, juntamente com Palladio e Jacopo Sansovino.

 

 

Daniele Barbaro
(Por Paolo Veronezi)

REFERENCIAS:

 

-MORETTI< Laura. Daniele Barbaro (1514-70): In and Beyond the Text. San Andrews University. Disponivel em https://arts.st-andrews.ac.uk/danielebarbaro/project/. Acesso em 04 de julho de 2015

Como citar este documento:

Enciclopædia Biográfica de Arquitetos Digital

Autor(es) do verbete:: DURANTE, Silvio
Título: Daniele Barbaro

Documento nº: B07
Disponível na Internet via: 
Última atualização: 04/07/2015

Início

Índice A-Z

Enciclopédia Biográfica de Arquitetas e Arquitetos Digital